Confira agora um vídeo extra do DVD do filme 50 Tons de Liberdade, nele podemos ver o Tyler Hoechlin comentando sobre sua experiência na franquia, entrevistas do diretor e da figurinista, além de cenas da participação do Tyler e do set de filmagens.

Confira o vídeo traduzido e legendado pela nossa equipe;

Agradecemos ao Jamie_DornanNet que nos deixou legendar ao vídeo.

Uma das celebridades convidadas da recém concluída AsiaPOP Comicon Manila 2017 foi Tyler Hoechlin. Ele é mais lembrado como Derek Hale em Teen Wolf e Superman (ou Clark Kent) na série de TV Supergirl.

Seu papel em Road to Perdition – como Michael Sullivan Jr., filho de Michael Sullivan, interpretado por Tom Hanks – é um dos grandes papéis logo cedo em sua carreira de ator. Por causa disso, é fácil adivinhar que foi uma de suas audições memoráveis. Ele conseguiu relembrar o momento como se fosse ontem.

“Eu lembro sim da minha audição para Road to Perdition. Eu não ia entrar até que eles saíram da sala e perguntaram se eu ia entrar, e eu disse que sim. Eu tinha umas coisas estranhas com princípios naquela época. Havia uma situação em uma das cenas que me fez pensar, ‘Não, eu não vou fazer aquilo. Eu não vou ir para esse teste’.”

Ele continua, “Meu irmão entrou, eu estava sentado na sala de espera dizendo, ‘Eu não vou, eu não vou’. Então ele saiu e me perguntaram se eu ia entrar. Eu disse, ‘Bom, meu irmão fez. Então eu acho que vou fazer também’. Eu entrei, fiz a audição, e acabei levando o papel. Eu lembro muito, muito bem daquela audição.”

Tendo feito audições para vários papéis no que ele comentou serem 21 anos, Tyler tem o seguinte conselho para quem quer começar a atuar e ir a audições, “Eu penso que você tem o melhor resultado quando pára de tentar ser o que acha que eles querem que você seja na audição”.

Superman ou Clark Kent pode ser considerado um dos personagens mais icônicos que ele interpretou até hoje. O super-herói da DC já foi interpretado por vários atores, como Christopher Reeve, Tom Welling, Dean Cain, e mais recentemente, Henry Cavill. Para Tyler, interpretar o personagem tem sido mais sobre dar a ele seu próprio tom pessoal em vez de estudar o que já foi feito.

“Eu nunca vi os filmes do Superman de fato. Eu cresci com Dean Cain em Lois & Clark. Esse é o único Superman que eu realmente conhecia. Qualquer comparação com os outros Supermans, eu realmente não leio essas coisas. Eu tento fazer o que faço. Mas quanto a comparações e contrastes, isso é algo que eu nunca pensei sobre. Eu faço meu trabalho, e é isso.”

Ele também faz isso para qualquer um de seus papéis, como complementou, “Eu acho que se você começa a refletir sobre um personagem que está sendo representado em vários lugares ao mesmo tempo, você está se sabotando ao focar nisso. Então eu tento tratar o papel como trato qualquer outro personagem; esse é o único personagem que eu conheço e esse é o ponto em que me foco”.

Houve um tempo em que as gravações de Teen Wolf e Supergirl acabaram se cruzando. Isso quer dizer que Tyler teve que alternar entre Derek Hale e Superman/Clark Kent múltiplas vezes. A mudança entre papéis parece um desafio para alguém olhando esse processo de fora, mas na verdade é mais fácil do que parece, como ele narrou:

“O fantástico de trabalhar com televisão é que você pode conhecer o personagem; especialmente com Derek, interpretando ele por tantos anos. Ao voltar, você olha para o roteiro, e você lê as cenas, você meio que instantaneamente sabe o que está acontecendo com ele naquele momento, e você sabe onde o personagem se encontra. Isso realmente não foi tão confuso. Eu lembro quando eu voltei exatamente onde nós paramos; qual foi o sentimento para ele, e onde ele se encontrava, e qual foi seu processo de pensamento, e todas essas coisas. Foi bem fácil voltar para esse personagem.”

Audições foi o assunto que Tyler mais conversou sobre. Ele dividiu muito mais sobre, ainda mais dicas, especialmente quanto à interpretação e preparação.

“Quando se trata de audições, vendo o que você vê no material e confiantemente indo com aquilo, você é muito melhor fazendo isso do que tentando adivinhar o que eles querem, ou o que eles querem ver. Isso tira tanta pressão e ansiedade quando você entra na sala, porque não está mais tentando fazer algo que acha que eles querem; está fazendo o que você vê e o que você acredita em, e faz o seu melhor desse jeito.”

Ele terminou esse pensamento com um bom conselho, “Se isso não é o que eles querem, então não é o que eles querem. De qualquer jeito, você nunca vai conseguir um trabalho que não é para ser seu. Se for para ser seu, você vai conseguir ele, apenas se prepare o máximo possível. Essa é a única coisa que pode fazer errado, não se preparar.”

Tradução e Adaptação – Equipe THBR

Fonte: GG Network

Tyler Hoechlin em entrevista sobre Stratton

Postado por Débora em 02/08

Uma fã da Alemanha postou alguns extras do DVD do filme Stratton, entre eles uma entrevista do Tyler Hoechlin e cenas dos bastidores do filme com entrevistas dos atores do filme.

Confira abaixo a entrevista legendada;

Vídeo dos bastidores de Stratton sem legenda;

Stratton não teve data de lançamento no Brasil

Créditos: grasonas.tumblr.com

No último domingo (30) tivemos a última Premiere de Teen Wolf, o começo dos últimos episódios da série. O TV Guide conversou com o produtor Jeff Davis.

CONTÉM SPOILERS!

A estreia de domingo da temporada final terminou com Stiles (Dylan O’Brien) entrando em seu estágio do FBI apenas para descobrir que Derek Hale (Tyler Hoechlin) é o número 1 na lista de desejados por assassinato em massa.

Sim, aquele Derek Hale. O Alpha que ajudou Scott (Tyler Posey) a se tornar o lobo que é hoje, está atualmente fugindo do FBI porque ele é procurado por matar muitas pessoas. […]

O TV Guide falou com o Produtor de Teen Wolf, Jeff Davis, sobre o retorno de Derek e o que podemos esperar nesses últimos 10 episódios.

Descobrimos que Derek é supostamente um assassino em massa no final deste episódio. Quão revelador será a história na temporada final?

Não é uma aparição. Ele volta. Ele tem ótimas cenas com JR Bourne, algumas boas cenas de luta. Foi realmente ótimo ter Tyler Hoechin no set. Ele estava tão entusiasmado para voltar ao papel e agradar os fãs com o retorno.

Derek é a última pessoa que você pensaria como um assassino em massa. O que fez ele ser a pessoa certa para colocar na mira do FBI?

Era uma maneira de conectar sua história com Stiles, na verdade. Você terá que esperar alguns episódios para ver exatamente o porquê. Mas eles se juntam em um ponto crítico da temporada.

Há um certo pessoal do Tumblr que irá ficar muito feliz com isso.

Não sei nada sobre isso. [Risos]

Confira a entrevista completa em TV Guide

Tradução e Adaptação – Equipe THBR

Confira uma breve entrevista que o Hollywood Reporter fez com o ator Tyler Hoechlin. O ator comentou um pouco sobre sua participação no final da segunda temporada de Supergirl.

Super-Homem do mau? : Teve algum cliffhanger melhor que Supergirl, do que a surpresa do Superman do mau aparecendo do nada na nave de Daxamite para atacar Supergirl com um soco, presumindo que esteja no comando da Rainha Rhea? A resposta é com certeza não. Os fãs sabiam que o Superman iria retornar para o final da segunda temporada, mas sua aparição no penúltimo episódio foi uma completa surpresa. “Eu posso dizer que com certeza a Rainha Rhea está lá e nós achamos que ela talvez tenha algo a ver com isso. É tudo que eu posso dizer”. Disse Hoechlin. “Foi divertido abrir o roteiro e ver algo diferente para ele. Explorando uma outra parte dele, todo mundo tem coisas que os deixam com raiva ou tristes, então descobrir quais eram essas coisas para ele foi divertido de explorar como ator. Eu tinha interpretado esse personagem antes, então foi legal fazer algo novo e diferente quando eu voltei. Tinha menos pressão ainda ao voltar do que da primeira vez”.

Rhea e Clark : Porque a história do Super-Homem é diretamente ligada com a da Rainha Rhea na nave Daxamite, isso significa que Hoechlin trabalhou bastante com Hatcher, o que gerou alguns momentos de fã da sua parte. “Lois & Clark foi o que cresceu comigo, então para mim ela sempre foi Lois Lane,” Hoechlin disse. “A primeira vez que eu a conheci eu estava com a roupa, então foi um momento muito surreal. Nós nos divertimos muito na sua nave.”

Primo contra Primo : Kara não foi capaz de acertar nenhum soco contra o seu primo porque ele tinha o elemento surpresa no episódio dessa semana. Isso vai mudar no episódio final, quando os dois heróis Kryptonianos se enfrentarão em uma grande batalha. “Eu sei que eles têm provocado dizendo que é a maior batalha do século, e eles definitivamente não economizaram em nada,” disse Hoechlin. “Nós gastamos muito tempo nessa cena de luta e ai os dublês fizeram um trabalho incrível. Eu acho que todo mundo vai ficar muito satisfeito. Vai ser uma batalha épica. Às vezes você faz uma cena de luta e dura metade de um dia, algumas vezes pode durar um dia inteiro. Essa levou vários dias. Eu estou muito ansiosa para as pessoas verem.”

Uma nova dinâmica : Hoechlin ficou satisfeito por ele ter começado a explorar um novo tipo de relacionamento entre Clark Kent e Kara, desta vez como adversários (pelo menos, no início) em vez de aliados. “Os dois primeiros episódios que nós fizemos, foi bom fazer como uma família se unindo, tomando conta do mundo. Mas ser capaz de fugir disso essa vez foi definitivamente divertido”, disse Hoechlin. “Melissa e eu sempre demos risada com essas coisas, então foi ótimo encontrar humor e enfrentar ao outro até que eles cortassem. Temos algumas coisas com Clark e Kara e é sempre bom quando você começa a etapa longe da ação por um minuto e pode ver mais do coração dessas pessoas e quanto eles se preocupam uns com os outros. Eu estou mais orgulhoso da capacidade dele de ser uma parte de uma equipe ao invés se sentir como se ele tivesse que ser o cara que vai salvar o dia ou o receber os créditos. É ótimo que ele seja capaz de apoiar ao invés de salvar o dia.

Uma Resposta Digna de Super-Homem : Quando perguntado quem ele escolheria para ganhar em uma luta entre Super-homem e Supergirl, Hoechlin deu uma resposta muito política. “Eu adoraria ver essa luta”, disse ele com uma risada. “Eu me tornei muito bom nisso com o passar dos anos.”

Concerte seu Super-Homem agora : Enquanto Hoechlin promete que haverá uma quantidade considerável do herói de capa no episódio final – “Passei um bom tempo em Vancouver filmando o final, por isso, é justo dizer que será mais do que um rápido ‘Olá e Adeus’ ” – ele revelou que atualmente não há planos para o Super-homem para voltar à série novamente. – Nada no futuro – disse ele. “Eu acho que até mesmo fazendo os dois primeiros episódios, naquela época eram apenas esses dois episódios. Eu estava animado e feliz com essa oportunidade. Estava muito aberto e ansioso para voltar se essa oportunidade surgisse e felizmente, ela veio no final. Eu só estou levando um dia de cada vez a essa altura. “

Desejo de Hoechlin : No entanto, Hoechlin já sabe o que ele iria querer ver do Super-homem na Supergirl se ele nunca voltar. “Eu adoraria ver mais sobre o seu relacionamento com Kara e o resto de sua família”, disse ele. “Eu acho que poderia ser divertido ver exatamente o quanto ele manteve contato com eles ao longo dos anos. E a coisa do Super-homem/ Martian Manhunter [David Harewood] é um arco de história muito divertido. E com Jimmy Olsen [Mehcad Brooks] também, ainda há muito o que explorar com ele e James. É obvio que eles têm a maior história de todas no show, então…  Agora que ele está fazendo suas coisas, seria interessante ver como Clark e Super-homem se sentem sobre como James tem se saído [Como Guardião].

Tradução e Adaptação – Equipe THBR

Fonte: Hollywood Reporter

Durante sessão de fotos, o ator Tyler Hoechlin deu uma entrevista e gravou um vídeo para a NY Observer. Breve iremos disponibilizar o vídeo legendado, mas enquanto isso você confere a matéria traduzida por nossa equipe;

Sentando-se com o último super-herói em “Supergirl

“Com ou sem óculos?” Tyler Hoechlin pergunta, sentando-se antes de começarmos a gravar o vídeo.

Quando você está interpretando o Super-Homem, a escolha sobre usar ou não óculos é, sem sombra de dúvidas, algo que você já está profundamente ciente. Tem um pouco de clarão vindo da janela, refletindo nas lentes, então os óculos saem de cena e Hoechlin passa a ser menos “Clark Kent” e mais “Homem de Aço”.

“Essa foi uma das raras vezes em que não houve teste de elenco,” Hoechlin (pronuncia-se Heck-lin) disse sobre o seu papel em Supergirl, como o primo famoso de Kara. “Eu tive uma reunião com os produtores e o criador, e apenas me falaram que era sobre Supergirl, mas sem entrar em detalhes, então, quando eu cheguei lá, eles mencionaram que estariam introduzindo o Super-Homem na série e me perguntaram se eu tinha interesse em falar sobre isso. Nós tivemos uma ótima conversa sobre o personagem – o que achávamos interessante sobre ele, diferentes temas que queríamos explorar com o personagem (se fizéssemos isso) e eu acho que estávamos na mesma página. Foi em uma segunda-feira, e na sexta-feira, nós recebemos a ligação recebendo a proposta, foi isso.”

Com certeza, pesquisar sobre o Super-Homem é um pré-requisito para interpretá-lo. Cabelo escuro? Queixo definido? Olhos azuis-esverdeados?  Bíceps de um jornalista menos profissional? Sim, sim, sim, sim. Até a barba de Hoechlin (que ele precisa tirar duas vezes por dia para convencer no papel do escudeiro protetor de Metrópolis), algo que iria distinguir o ator do personagem, apenas contribui para o estilo másculo que define o Super-Homem.

“Eu não era fã de quadrinhos na infância,” Hoechlin confessou. “Eu era um fã dos personagens, mas, em relação aos quadrinhos, eu não sabia nada quando criança.”

Eu finjo surpresa.

“Eu joguei beisebol na liga desde os meus nove anos de idade, todos os finais de semana. Eu acho que, quando tinha doze anos, em um ano nós jogamos cento e noventa jogos, então, na verdade, nós ultrapassamos o limite de jogos da liga principal. Ou eu estava no set fazendo testes de elenco, lendo um roteiro ou no campo de beisebol. E na escola,” ele adiciona, sorrindo. “A escola estava por ali também.”

Hoechlin, que também interpretou Derek Hale em Teen Wolf, parece o garoto por quem você costumava ter uma quedinha no ensino médio, aquele que era a estrela do time de esporte mais importante da sua região, que namorava a garota mais popular da escola, mas ainda era legal com você. Ele parece o tipo de cara que realmente ficaria feliz se você o ajudasse com as respostas do dever de casa.

No filme de março, Batman vs. Superman, um exaustivo exercício em tons de sépia e flashbacks, teve Henry Cavill no papel principal alternando entre o pensativo e o raivosamente pensativo. Uma crítica de um site americano descreveu o ator de Homem de Aço:  “Cavil – cuja performance envolve mais poses do que atuação – é, alternativamente, apresentado como um messias alienígena, uma superarma e uma bandeira americana balançando contra o vento: a única coisa que ele não consegue ser é um personagem.”

Parece que o Super-Homem necessário era o da CW – e do Hoechlin.

O Super-Homem de Hoechlin é – será que devo me atrever a dizer? – divertido. Ele interpreta Clark Kent com a quantidade certa de atrapalhação – um alívio cômico que nunca ameaça atingir a um nível de besteirol. E seu Super-Homem é sério, porém com evidências de personalidade, carisma, sem nunca parecer um modelo de um comercial de perfume com a temática de super-herói.

Na primeira temporada de Supergirl, o Super-Homem era muito ausente, aparecendo mais frequentemente sob o nome de “Clark” e por meio de mensagens de texto à Kara, oferendo encorajamento em momentos oportunos.

Em raras ocasiões, ele apareceu em carne e osso, grande parte de costas, sempre com um brilho no rosto atuando como um espaço vazio que poderia muito bem ser lido, “INSIRA UM ATOR AQUI.” O seu papel na história de Kara foi simbólico, não substancial.

Porém, no começo da segunda temporada, tivemos a oportunidade de conhecê-lo pela primeira vez, e Hoechlin teve a oportunidade de transformar o Super-Homem em seu próprio personagem, não apenas como uma nota de rodapé na história de Kara.

“O Super-Homem já existe naquele contexto há um bom tempo,” Hoechlin fala sobre o seu arco em Supergirl. “Essa não é uma história original, então ele sabe o que faz. Chegar ali e trabalhar com Kara é uma nova dinâmica, algo que ele ainda está se ajustando: trabalhar em equipe e ter alguém que está na mesma página que ele.”

Depois de dois episódios lutando juntamente com a sua prima, Super-Homem sentiu que era o momento de deixar National City para voltar a Lois Lane e ao seu trabalho no Daily Planet. Não existe nenhum anúncio oficial sobre a possível volta de Hoechlin em Supergirl.

No entanto, todos nós sabemos que no planeta dele o símbolo “S” significa “esperança”. Vamos nos confortar com isso, enquanto esperamos para sabermos se veremos o Super-Homem de Hoechlin novamente.

galeriaa

201620-0001.png 201620-0002.jpg 201620-0005.jpg 201620-0003.jpg

Fonte: Observer

Tradução e Adaptação – Equipe THBR