Tyler Hoechlin que irá aparecer na próxima convenção em Sydney, Supanova Expo, que acontecerá dos dias 24 a 26 de junho de 2016. O ator é considerado o fenômeno da fantasia, com uma trajetória por vários seriados de diferentes gêneros e seguindo o mesmo rumo no mundo cinematográfico. Confira abaixo mais novidades sobre o ator e projetos.

Indo de 7th Heaven para Cinquenta Tons Mais Escuros

O ator nascido na Califórnia Tyler Hoechlin tem sido um dos lobisomens mais populares na tela nos últimos anos.

Hoechlin estrelou no papel de Derek Hale no sobrenatural drama de televisão Teen Wolf por quatro temporadas e agora está dirigindo sua atenção para filmes.

Ele foi oferecido o papel de Emmett Cullen na saga Crepúsculo, mas recusou para jogar beisebol na faculdade. Ironicamente o esporte gira em torno de um de seus filmes mais recentes, Everybody Wants Some!!, que estará nos cinemas australianos em 23 de junho.

“Trata-se de um grupo de companheiros que jogam baseball juntos e isso se passa  nos últimos cinco dias antes da escola começar em uma universidade na década de 1980”, disse Hoechlin.

“É um grande filme para ver com os seus amigos e dar risadas. É uma espécie de sensação que você está indo para a mesma festa.”

“Foi muito divertido, o filme é sobre os caras e o ambiente de equipe. Foi uma divertida viagem pela estrada da memória com toda a certeza.”

Remanescente de boca fechada, Hoechlin confirmou que as filmagens tinham sido recentemente concluídas para as suas partes nas próximas sequências da série Cinquenta Tons de Cinza.

Para Cinquenta Tons Mais Escuros, que é esperado para ser lançado nos cinemas no próximo ano e Cinquenta Tons de Liberdade (para ser concluído em 2018), ele estará atuando no papel de Boyce Fox.

“Minha parte das filmagens está completa e foi a primeira vez que eu fui para Vancouver, então isso foi ótimo”, disse ele.

“Eu posso te dizer que meu personagem é Boyce Fox e ele é um autor e que isso é tudo que posso dizer. É uma daquelas coisas que você tem que ficar muito de boca fechada.”

Hoechlin admitiu que trabalhando no cinema e na televisão ambos tinham os seus pontos positivos e negativos.

“Eu diria que eu gosto de trabalhar em ambos, porque ambos têm seus lados divertidos”, disse ele.

“Mas comigo ficando mais velho e ter ido entre os dois, a velocidade que as coisas precisam ser feitas em um set de TV é muito mais acelerado. Enquanto em um set de filmagem você tem muito mais tempo e poderia passar o dia inteiro em uma cena.”

FONTE: Advertiser

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: EQUIPE THBR

Tyler Hoechlin que neste ano está fazendo várias estreias de filmes em que participa, falou ao Daily Telegraph sobre o seu mais novo projeto para a sequência de filmes de Cinquenta Tons de Cinza. O próximo papel de Hoechlin no filme ainda é um mistério apesar de sabermos o nome e profissão. Confira abaixo mais algumas coisas que ele contou.

Ele tem um papel principal no próximo filme da trilogia Cinquenta Tons, mas o ator americano Tyler Hoechlin admite que nem sequer viu o primeiro filme da franquia com as estrelas Jamie Dornan e Dakota Johnson.

Hoechlin, 28 anos, se junta ao elenco como autor Boyce Fox em um erótico drama romântico. Cinquenta Tons Mais Escuros que está programado para lançamento cinematográfico em fevereiro de 2017.

“Eu não vi o primeiro filme”, disse Hoechlin, que está previsto aparecer na cidade esta semana para aparecer no Supanova Expo de cultura popular na Homebush no próximo final de semana. A convenção acontecerá nos dias 24 a 26 de junho de 2016.

“Quando me encontrei com eles (produtores) e discutimos o personagem, falamos sobre entrar nele mais por fora por causa de quem o personagem é. Eu só deixei aquele único elemento sozinho apenas nos termos do meu próprio processo de trabalho e não saber demais.”

Ele continuou no seguimento 50 Tons de Cinza: “Não há muito que eu estou autorizado a dizer sobre isso sem ficar em apuros. Será interessante ser parte de algo que já tem tantos seguidores.”

Até à data, Hoechlin é mais famoso por seu trabalho como Derek Hale no seriado Teen Wolf. Ele fala dos rumores de estar voltando para o seriado, mas não diria.

“Tudo pode acontecer, mas neste momento nada especificamente é planejado”, disse ele.

FONTE: Daily Telegraph

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: EQUIPE THBR

Primeiro Trailer Oficial UNDRAFTED

Postado por Débora em 16/06

Confira em nosso canal o primeiro trailer oficial de “UNDRAFTED” que será lançado nos cinemas em julho deste ano nos Estados Unidos. Não se esqueçam de se inscrever no canal para receber todas as notificações dos nossos vídeos e deixar um gostei para o vídeo.

 

 

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: EQUIPE THBR

O elenco de 50 Tons Mais Escuros continua a crescer, e agora Tyler Hoechlin nos fala um pouco sobre seu personagem, Boyce Fox. Descubra o que ele revelou abaixo.

Tyler Hoechlin é mais conhecido por seu papel em Teen Wolf, mas agora ele conseguiu um papel em 50 Tons Mais Escuros como o autor Boyce Fox. Quem é o Boyce Fox que ouvimos falar? Durante uma entrevista com a HeyUGuys, Hoechlin comenta o envolvimento do seu personagem na franquia dizendo: “Vou te dizer o que posso te dizer. Boyce Fox é um autor que a Dakota Johnson é apaixonada pelo trabalho, então ele é alguém que ela tem interesse em trazer pra companhia, e isso é tudo que eu posso dizer.” Nos romances, Boyce é o primeiro autor da Anastasia Steele, quem ela inscreve sozinha para participar do SIP, mas antes da primeira vez que eles se encontrariam, Ana recebe uma chamada de resgate de seu chefe, Jack, então ela cancela.

O personagem Boyce Fox é comentado nos livros, mas não faz uma aparência direta na narrativa. Parece que o papel, portanto, foi clarificado para sinalizar um maior momento na trama de Ana.

Hoechlin entra para o elenco de 50 Tons Mais Escuros junto com Bella Heathcote, Kim Basinger, Eric Johnson e Hugh Dancy. 50 Tons Mais Escuros e 50 Tons de Liberdade estão sendo filmados em Vancouver e são dirigidos por James Foley. A produção está indo muito bem, já até filmaram a cena dramática da queda do helicóptero em 50 Tons Mais Escuros, onde Christian perde o controle após um ato de sabotagem de Jack, que Christian havia demitido do SIP após um caso nojento de assédio sexual. Rumores de que Ana descobre que está grávida enquanto agenda sua reunião com Boyce e recebe a chamada de Jack. Aquilo é definitivamente muito estresse para uma mãe!

Você está animado para ver Tyler Hoechlin em Cinquenta Tons Mais Escuros?

FONTE: Melty

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO EQUIPE THBR

Razões Para Assistir Everybody Wants Some!!

Postado por Débora em 25/05

Jovens, Loucos e Rebeldes foi um filme do Richard Linklater sobre os anos 70. Agora o diretor chega aos anos 80 com o filme Everybody Wants Some!!. O elenco deu ao Brian Corsetti do site The List três razões pelas quais você vai amar esse novo filme que é focado em um grupo de garotos em um time de beisebol universitário.

1. É a sequência espiritual de Jovens, Loucos e Rebeldes.

Mas ao invés de festejar no colegial, eles estão festejando na faculdade nos anos 80.

2. Eles foram com tudo para os anos 80.

Eles dançaram em discotecas, dançaram ao som de Cotton-Eyed Joe em trajes de jogadores, e até foram punks por uma noite. E também, eles tem vários sucessos sólidos dos anos 80.

3. O filme é aprovado pelos pais.

Na verdade, pelos pais dos atores, que viveram nos anos 80 e falaram que eles acertaram tudo.

FONTE: THE LIST

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: EQUIPE THBR

Para a gravação da comédia Everybody Wants Some!!, o elenco se reuniu por duas semanas antes das gravações e aproveitaram esse tempo para se conhecer e formar laços. Tyler diz que ao contrário do seu personagem é muito amável, e não consegue ser um babaca com seus amigos. Leia o relato completo abaixo, para mais informações e curiosidades sobre o elenco.

TRABALHO EM EQUIPE É O NOME DO JOGO PARA ESTRELAS DE EVERYBODY WANTS SOME!!

O escritor e diretor Richard Linklater queria criar um grupo de irmãos para a sua última comédia, Everybody Wants Some!!, que captura a experiência universitária da perspectiva de companheiros de time de beisebol no final de semana antes do início da faculdade em 1980.

Então ele exigiu que os atores vivessem juntos por duas semanas e meia antes que os ensaios começassem. Eles criaram relacionamentos enquanto ficavam em uma cabana em seu rancho no Texas, que dura até os dias de hoje. “Essa foi a melhor coisa que poderíamos ter feito. Nós ficamos juntos e criamos uma camaradagem que nós tivemos desde o primeiro dia no set. Nós somos uma irmandade,” disse Blake Jenner.

“Eu realmente gosto de todo mundo, então foi difícil para mim ser um idiota com eles, como o meu personagem. Eu sou muito amável,” disse Tyler Hoechlin, rindo.

O convívio que se desenvolveu entre Jenner, que interpreta o calouro arremessador Jake; Hoechlin, o ultra-competitivo defensor interno McReynolds; e Ryan Guzman, o tranquilo Roper, foi notável a partir no momento em que a nossa entrevista começou.

O trio de charmosos jovens atores se sentou comigo no Four Seasons Hotel em St. Louis na segunda-feira, rápidos em gracejar e zombar uns aos outros, mas mostrando um respeito mútuo óbvio também.

A química deles é aparente na estrondosa comédia, e eles continuam muito bons amigos. Tyler e Ryan, ambos com 28 anos, são colegas de quarto em Los Angeles. Blake, 23, é casado com a sua coadjuvante em Glee, Melissa Benoist (“Supergirl”) faz um ano.

Mas essa não foi a única exigência antes de filmagens. Durante o período de ensaio do filme, eles jogaram beisebol, também.

Linklater jogou durante a faculdade e se inspirou nessa experiência para esse filme, outro conto de um rito de passagem, uma sequência espiritual do clássico de 1993, Jovens, Loucos e Rebeldes.

Eles não só se tornaram um time, mas flexionaram seus músculos atléticos. Todo mundo do elenco já havia jogado algum esporte, e eles tiverem que mandar vídeos seus jogando.

Hoechlin jogou na segunda base na Universidade do Estado do Arizona e na Universidade da Califórnia Irvine, e mostrou sua proeza em um clipe da UC-Irvine contra a Universidade do Estado da Louisiana na Super-Regional em 2008.

Escalado como filho de Tom Hanks em Estrada para Perdição em 2002, Hoechlin começou cedo no negócio, mas deu uma pausa em atuar para jogar beisebol na faculdade. Quando ele estava no segundo ano, ele recusou o papel de Emmet Cullen na saga “Crepúsculo”.

“Eu não me arrependo de nada. Eu consegui esse filme por causa das minhas habilidades com o beisebol, então eu sinto como se fosse um ciclo completo,” ele disse.

Guzman também jogou beisebol na faculdade, e Jenner, mesmo tendo começado a atuar ao invés de ir para a faculdade, jogou futebol no ensino médio.

Era importante para Linklater trazer para o elenco atores que parecessem atletas autênticos. Poder trabalhar com Linklater, nomeado ao Oscar de diretor (“Boyhood”) e roteirista (“Antes da Meia Noite”), foi uma experiência especial para todos eles.

“Ele confiou muito em nós”, disse Guzman. “Ele mandou um email para nós que foi muito especial. Ele queria que nós ficássemos confortáveis criando nossos personagens, e não tinha jeito errado. Ele queria que a experiência trouxesse quem nós somos e como somos um com os outros.”

“Eu fiquei muito emocionado com a ideia, e trabalhar com o Rick! Ele é um cara genuinamente fantástico. Ele é um colaborador no senso mais verdadeiro da palavra – e inspirador e encorajador,” Hoechlin disse.

As exibições do filme tem sido positivas, particularmente com os pais deles, que lembram bem desse tempo.

“Quando meu pai viu o filme no South by Southwest, eu olhava para ele, e ele tinha sorriso em seu rosto o tempo todo,” Jenner disse. “Ele jogou na faculdade em 1980. E meu pai é um homem muito sério e impassível.

“Minha mãe me disse que ela foi caloura na faculdade em 1980. Eu não sabia disso,” Hoechlin disse.

O trio foi a uma exibição especial no domingo à noite na Universidade de Washington. Foi seguida por uma sessão de perguntas e respostas.

“Foi provavelmente a minha parte favorita de toda a turnê de divulgação,” Jenner disse.

A única parte ruim de imergirem no período de 1980 foi ter que usar as roupas – e alguns dos caras usaram perucas ou barbas para reproduzir o estilo desgrenhado da época.

“Usar shorts curtos foi a parte que eu menos gostei,” Jenner admitiu. “Minhas pernas não ficam bronzeadas ali em cima, e elas pareciam duas latas de leite.”

O bigode e visual de Hoechlin como McReynolds foi comparado à Burt Reynolds, Tom Selleck, e até mesmo Billy Crudup em “Quase Famosos”. Quando eu disse para ele que ele se parece exatamente com Keith Hernandez enquanto jogava para o St. Louis Cardinals, ele respondeu: “Não, eu não tinha ouvido essa ainda. Essa é nova.”

Os três já estiveram em séries de TV de sucesso, e agora tem vários filmes para sair.

Guzman, Jake em “Pretty Little Liars” por duas temporadas, também dançou em dois dos “Ela Dança, Eu Danço” – “Revolution” e “Tudo ou Nada”. Recentemente ele interpretou Carlos Gutierrez na série limitada “Heroes Reborn” e esteve no filme “Jem e as Hologramas” e “O Garoto da Casa ao Lado”.

Jenner ganhou a competição de reality “The Glee Project”, vencendo de outros 11 candidatos na segunda – e última – temporada à procura de uma nova estrela para se juntar ao show. De 2012 até o último episódio em 2015, ele interpretou Ryder, um jogador de futebol que também era um artista talentoso. Ele vai estar em dois filmes que estão por vir, “The Edge of Seventeen” e “Billy Boy”, que ele escreveu.

Hoechlin descreveu trabalhar com Hanks e Paul Newman em “Estrada para Perdição” quando ele tinha 15 anos como “uma experiência inesquecível.”

“Eu sempre disse que eu amaria voltar, sabendo o que sei agora. Foi a melhor experiência ver como eles se comportavam no set, e como eles eram pessoas genuinamente boas. Isso me mostrou que você não tem que perder a sua cabeça no negócio. Eles tinham os pés no chão”.

Hoechlin, que estrelou no show da MTV “Teen Wolf” e esteve em “7th Heaven” por quatro temporadas, e estará nas duas sequências de “Cinquenta Tons de Cinza”.

Eles estão felizes de promover esse filme em uma turnê de divulgação nacional.

“Nós estamos todos muito orgulhosos desse filme, e da influência de Linklater,” Hoechlin disse.

Com conhecimento das disciplinas de atuação e atléticas combinadas, eles têm uma perspectiva compartilhada em o que é preciso para estar no show business.

“Tudo são blocos de construção,” Guzman disse. “Daqui a cinco anos, nós estaremos tentando novas coisas, falhando em outras, e crescendo com essas experiências. É um jogo de sorte, então celebrar esse filme é ótimo, porque nós colocamos nossa alma nele.”

FONTE: BND

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Equipe THBR